Blog

Cura para varizes: é verdade que elas sempre voltam?

Cura para varizes: é verdade que elas sempre voltam?

As varizes são extremamente comuns nas pernas dos brasileiros. Apesar de toda a evolução nos tratamentos, que se tornaram mais eficazes, mais baratos e menos invasivos nos últimos anos, a dúvida continua: existe cura para varizes? Ou a verdade é que, mesmo se tratadas, elas sempre voltam?

Para responder essa dúvida, é necessário entender um pouco mais sobre o que são as varizes e o que causa o aparecimento desses vasos. Continue acompanhando e confira!

O que são varizes?

As varizes são veias com válvulas enfraquecidas que provocam o acúmulo do sangue e dificultam que ele siga o fluxo de volta ao coração. Com o sangue acumulado dentro do vaso, as paredes dele ficam distendidas e tortuosas, o que explica o aspecto dessas veias sob a pele e a sensação de peso e de dor. Existe um processo de inflamação que se associa a esse quadro.

O coração é o destino do sangue que circula em todas as veias. Como as veias das pernas estão mais distantes do coração, elas são as que mais têm que lutar contra a gravidade e, por isso, costumam ser as mais afetadas. Já mencionamos acima que existem válvulas no interior das veias que impedem o sangue de refluir, ou seja, descer e a circulação venosa dos membros inferiores depende muito do bom funcionamento dessas válvulas. A incompetência das válvulas venosas está diretamente ligada ao problema das varizes.

O que causa as varizes?

O principal fator para o surgimento das varizes é a carga genética do indivíduo. Se a mãe ou o pai do indivíduo tem varizes, a chance dele também apresentar esse problema é maior.

Além disso, excesso de peso, gravidez, uso de pílulas contraceptivas ou terapia de reposição hormonal, sedentarismo, calor, permanência na mesma posição durante muito tempo ao longo do dia e até o simples fato de ser mulher aumentam o risco das varizes surgirem também.

É verdade que as varizes voltam?

Tecnicamente não. Os tratamentos para varizes retiram ou destroem a veia varicosa por meio de cirurgia, da termoablação (tipo de cauterização utilizando LASER ou RADIOFREQUÊNCIA), da aplicação de substâncias esclerosantes (capazes de “secar”as veias) e outras técnicas. Então, uma vez tratada, aquela veia dificilmente voltará a ter fluxo de sangue. Ela pode ter sido extirpada (cirurgia) ou esclerosada, tornando-se um cordão endurecido, geralmente não aparente.

O que acontece é que novas varizes surgem ao longo dos anos, dando a impressão que aquelas mesmas varizes anteriores voltaram.

Qual a chance de novas varizes surgirem?

A chance da pessoa ter novas varizes cinco anos após o tratamento é bem variável, indo de 7% até 65%, segundo vários estudos científicos publicados.

Afinal, varizes tem cura?

Os tratamentos para varizes atuam diretamente sobre a veia e, geralmente, são considerados definitivos para aquela veia. No entanto, é importante ver as varizes como manifestação de uma doença crônica chamada de insuficiência venosa periférica, que é influenciada pelos diversos fatores que foram citados acima.

Se a variz surgiu devido ao excesso de peso, é bem provável que outras varizes surgirão caso a pessoa não perca peso. E o mesmo vale para o sedentarismo, o uso de hormônios e as gestações.

A boa notícia é que se esses fatores forem controlados, dá para reduzir o risco das varizes surgirem. Isso significa que algumas pessoas podem alcançar um controle tão efetivo da doença, que parecem estar curadas e sem a manifestação aparente desses vasinhos. As medidas que favorecem a boa circulação venosa devem ser implementadas diariamente, como um estilo de vida.

Mas caso a genética seja mais forte, mesmo com o controle de todos esses fatores, as varizes podem continuar surgindo e necessitando ser tratadas novamente de tempos em tempos.

Tem como prevenir o surgimento das varizes?

Sim! E isso é justamente o mais recomendado! Após o tratamento das varizes, o ideal é que a pessoa comece a entender mais por que esses vasos surgiram e como ela pode evitar que isso ocorra novamente — praticando exercícios físicos, usando meias de compressão e perdendo peso, por exemplo.

Embora não dê para falar em cura completa, na maioria dos casos, é possível falar em controle da doença, com o surgimento de um menor número de varizes e/ou de veias de menor calibre.

Ainda tem dúvidas sobre a cura para varizes? Deixe um comentário aqui embaixo pra gente!

Postado em: Notícias

Deixe um Comentário (2) →

2 respostas para “Cura para varizes: é verdade que elas sempre voltam?”

  1. Elma Alves Pereira Campo Alegre go disse:

    Meu nome é Elma sou de Goiás pergunta o lezez é melhor metedo para cirurgia?

    • csathler disse:

      Bom dia, Elma! Nós, aqui de Minas, gostamos muito dos goianos! Sobre a pergunta, posso responder que Laser é um ótimo método para tratar tanto os vasos pequenos quanto vasos maiores como as veias safenas. Mas não creio que podemos afirmar que ele é sempre, em todas as vezes e em todos os casos, o melhor método. A cirurgia permanece tendo o seu espaço, em minha opinião. Em resumo, devemos fazer o tratamento “a la carte”, personalizado para cada paciente. Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AGENDE SUA CONSULTA