Blog

Complicações das Varizes: Não são apenas um problema estético

Complicações das Varizes: Não são apenas um problema estético

Varizes nas pernas podem causar muito mais complicações do que se imagina! Acompanhe o artigo de hoje e descubra o motivo.

À primeira vista, as varizes nas pernas podem parecer apenas um problema estético. Muitas pessoas apresentam as varizes nas pernas, mas não sentem dor, desconforto, inchaço ou qualquer outro problema. Porém, existem outros casos de pessoas que possuem varizes nas pernas, quase imperceptíveis, mas causando um desconforto tão grande, que somente o repouso com as pernas para cima pode resolver. É importante entender as complicações das Varizes no nosso corpo.

As varizes nas pernas estão presentes em cerca de 40% da população brasileira, de acordo com pesquisas. Muito se engana quem pensa que as varizes só ocorrem em mulheres, pois apesar das mulheres serem a maioria, os homens também apresentam esse problema, muitas vezes, oculto por pelos. Outra coisa, os homens não têm o costume de prestar tanta atenção nas pernas, como as mulheres e são as esposas que os advertem a procurar o angiologista!

Varizes nas pernas são veias dilatadas, que podem ser de pequeno, médio ou grande calibre. As veias dos membros inferiores são equipadas com válvulas, que tem a função de abrir e fechar para que o sangue possa circular de volta até o coração. Porém, as válvulas podem funcionar de maneira indevida por causa da idade, predisposição genética, pílula anticoncepcional ou gravidez. Com isso, as veias acabam se dilatando por conta da pressão, deformando-se e tornando-se em varizes. Porém, as varizes nas pernas não são apenas um problema estético.

É necessário mais atenção e cuidado com as varizes nas pernas quando as mesmas incham, pois isso acaba prejudicando a qualidade de vida. O tratamento de varizes nas pernas deve ser feito logo ao primeiro sinal, pois elas podem evoluir para quadros mais graves. O principal sintoma, geralmente o primeiro, é a sensação de cansaço nas pernas. Após isso, se não tratadas, as varizes nas pernas podem desenvolver edemas, devido ao fato do sangue retornar com lentidão ao coração. Outra complicação também conhecida é o eczema, caracterizado por vermelhidão na pele, com muita coceira e descamação.

A influência hormonal e a predisposição genética são fatores importantes no desenvolvimento das varizes. Quando uma mulher toma uma pílula anticoncepcional, seu organismo entende que ela está grávida. E quando o corpo da mulher reconhece essa “gestação”, ele passa a liberar os hormônios da gravidez, que têm influência direta no aumento das varizes. Por essa razão é importante consultar-se com um médico antes de começar a tomar qualquer anticoncepcional, pois quem utiliza hormônios femininos (seja por anticoncepcionais ou outros casos) tem maior probabilidade de desenvolver varizes nas pernas, futuramente.

Quando as varizes e/ou vasinhos (microvarizes) nas pernas são considerados apenas questões estéticas, os angiologistas oferecem um tratamento clínico para melhorar a circulação sanguínea nas veias e algum procedimento, a fim de resolver as microvarizes existentes e prevenir que o quadro se agrave. Quando as varizes estão muito dilatadas, o procedimento pode ser mais complexo, pois nesse caso o paciente apresenta sintomas e sofre com eles. Em casos de urgência, nos quais o paciente pode apresentar inflamação da veia safena, o quadro que pode até mesmo evoluir para uma embolia pulmonar, exigindo maiores cuidados. Antes de qualquer operação, é necessário se consultar com um angiologista, para que o médico selecione qual será o melhor tratamento para você, seja a escleroterapia com injeções e/ou por LASER transdérmico ou a remoção das varizes e/ou da safena doente. Portanto, ao primeiro sintoma, procure um médico.

É importante ressaltar também, que cada tratamento depende da progressão e do estado das varizes nas pernas do paciente. Em casos de pacientes que não possuem varizes, mas tem predisposição genética, é importante que se faça exercícios físicos, para que a circulação sanguínea fique saudável e o peso seja sempre controlado. Meias de compressão também podem ser indicadas, mas somente quando prescritas pelo angiologista.

Muitas pessoas confundem varizes com os vasinhos, mas um é bem diferente do outro. Presente em 8 de cada 10 mulheres, os vasinhos são vasos bem finos, superficiais e dilatados, que podem ser removidos pelo tratamento feito através da escleroterapia. Esse tratamento, a escledroterapia, pode ser feito com injeções de medicamentos chamados esclerosantes (existem vários), por LASER transdérmico ou por uma associação das 2 técnicas, escolha preferencial em nossa clínica. Para varizes mais grossas, é necessária a cirurgia ou o uso da escleroterapia por espuma ecoguiada. Mas se engana quem pensa que os vasinhos são somente um problema estético, pois eles podem ser o primeiro sinal de varizes nas pernas. Já está demonstrado em estudos científicos que, quase metade das pacientes que têm vasinhos nas pernas apresenta algum grau de refluxo na veia safena. Portanto, fique alerta! Não deixe sua saúde em segundo plano. É importante ressaltar que as varizes nas pernas não devem ser ignoradas, pois podem acabar causando complicações mais graves. Por isso, consulte o seu angiologista!

Veja abaixo algumas complicações das varizes nas pernas não tratadas:

  • Insuficiência Venosa Crônica
    Essa é uma condição geral, causando desde sintomas como dor e cansaço nas pernas até alterações cutâneas como escurecimento, ressecamento, descamação e úlceras. Mulheres mais velhas têm maior tendência a sofrer com esse problema, também relacionado com o número de gestações, predisposição genética e obesidade. Os principais sintomas são: Dor, sensação de peso e cansaço nas pernas, sensação de não ter lugar para as pernas (“restless legs”), coceira, queimação, cãibras e formigamento.
  • Úlceras Venosas
    As úlceras venosas são uma consequência direta do agravamento e não tratamento da insuficiência venosa crônica. Tratam-se de feridas abertas, dolorosas e complicadas de se curar. Quando o paciente busca um médico e começa a tratar as úlceras venosas, é importante lembrar que o acompanhamento deve ser constante, para que as úlceras venosas não voltem.
  • Dermatite Ocre
    A Dermatite Ocre acontece quando células do sangue circulando em lentidão nos vasos extravasa e acaba causando manchas cor de ferrugem na pele, por conta do ferro contido nessas células. Esse tipo de dermatite costuma causar muita coceira e pode avançar para a formaçao de úlceras. Portanto, é importante tratar, o quanto antes, as varizes nas pernas, evitando que essa condição se agrave.
  • Trombose
    A trombose acontece quando um pequeno coágulo sanguíneo – também chamado de trombo – se desenvolve na veia e entope a passagem do sangue. Essa condição está mais associada aos quadros graves de varizes e deve ser tratada imediatamente, assim que diagnosticada, pois esse coágulo pode viajar pela corrente sanguínea e ir parar no pulmão, causando a tão temida Embolia Pulmonar. A Embolia Pulmonar tem como sintomas a dor no peito, cansaço, tosse, falta de ar repentina e em alguns casos, morte súbita.

Sabendo de todas essas complicações, fica claro que as varizes nas pernas não são apenas um problema estético. Por isso, nunca deixe de tratar essa condição. Procure um angiologista e faça o tratamento indicado por ele, pois assim, você pode evitar essas complicações e muitas outras.

Se você gostou desse conteúdo, volte ao início e avalie com 5 estrelinhas! Curta e compartilhe!
Queremos também que deixe o seu comentário e sugestão de qual assunto você gostaria que abordássemos aqui. Abraço!

Postado em: Informativo

Deixe um Comentário (2) →

2 respostas para “Complicações das Varizes: Não são apenas um problema estético”

  1. Ana Lúcia Vaz da Silva disse:

    Meu nome é Ana Lúcia, tenho 60 anos e muitas varizes! Você tem convênio com a Polícia Militar??

    • csathler disse:

      Ola Ana Lucia! Temos convênio IPSM, seria o seu convênio? Ligue 31-32621862 ou 31-9-92845963 ou envie seu número e ligaremos pra você. Obrigada e um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AGENDE SUA CONSULTA