Blog

hiperidrose, tipos de tratamento

hiperidrose, tipos de tratamento

Rate this post

HIPERIDROSE, tipos de tratamento

Introdução

Em primeiro lugar, vamos lembrar do que se trata a Hiperidrose, tema que abordamos no último post e a respeito do qual, prometemos dar continuidade.

Se voce não leu o post introdutório do assunto, clique aqui Minhas mãos suam DEMAIS!!! O que fazer???

A Hiperidrose está relacionada à necessidade de transpiração, quando nossa temperatura corporal se eleva. Isso chama-se termorregulação.

Assim, quando esse fenômeno de suar é exagerado, temos a Hiperidrose, que pode ocorrer nas axilas, mãos, pés e outros locais.

Considerando o ponto de vista médico, a Hiperidrose pode ser primária ou secundária. A secundária pode vir associada a outras quadros como menopausa, obesidade ou uso de alguns medicamentos.

Porém, é a Hiperidrose primária, aquela que mais nos interessa, pois já nascemos com ela e assim seguimos, a não ser que busquemos ajuda médica.

Em razão disso, torna-se desejável um tratamento que possa minimizar o desconforto do problema, uma vez que trata-se de uma disfunção benigna, sem graves complicações a longo prazo.

Hiperidrose, qual médico cuida desse problema?

Em primeiro lugar, os que estão estranhando eu abordar esse assunto, saibam que o especialista em cirurgia vascular tem tradição no tratamento tanto clínico como cirúrgico dessa doença que pode afetar ate 1 % da população mundial.

Contudo, outros especialistas como o Dermatologista, o Cirurgião Plástico e o o Cirurgião Torácico podem cuidar do paciente com HIPERIDROSE.

O especialista a escolher dependerá do tratamento proposto. Alguns especialistas trabalham com um tipo preferencial de tratamento.

Para começo de conversa, o tratamento com medicamentos pode ser a primeira abordagem ao paciente. Se não houver sucesso ou boa adaptação com os remédios, então pode haver crescer a necessidade de partirmos para técnicas invasivas.

Por exemplo, o médico Dermatologista, via de regra, não atuará com o tratamento cirúrgico, mas poderá propor o uso da toxina botulínica.

Já o Cirurgião Torácico poderá sugerir a Simpatectomia Torácica Endoscópica para interromper a condução dos nervos que controlam a transpiração, seja na face, couro cabeludo, axilas, mãos, abdome e dorso.

Dessa forma, cada especialista poderá descrever a técnica que domina e o paciente participará da escolha. É recomendável a compreensão dos diversos tipos de tratamentos para tomar essa decisão.

A seguir, vamos falar um pouco das opções mais utilizadas nos dias de hoje.

Hiperidrose, tratamento clínico

De uma forma geral, vários medicamentos foram testados na Hiperidrose, desde aqueles que reduzem a ansiedade até os que bloqueiam a transpiração.

O uso de sedativos e ansiolíticos não se mostrou eficaz para reduzir significativamente o suor excessivo. Outras terapias como a Iontoforese, também foram testadas, sem sucesso que respaldasse sua indicação.

Sendo assim, a droga considerada mais eficaz pertence à classe dos anticolinérgicos, porém seus efeitos colaterais não são desprezíveis. Outro problema a ser considerado seria a necessidade do uso contínuo de tais substâncias.

Então, cresceu a demanda por tipos de tratamentos mais efetivos e com menos efeitos colaterais.

É o que veremos a seguir.

Hiperidrose, tratamento minimamente invasivo

Inicialmente, podemos separar os tratamentos minimamente invasivos em 2 tipos:

  • Tratamento Minimamente Invasivo Transitório
  • Tratamento Minimamente Invasivo Definitivo

Tratamento Minimamente Invasivo Transitório/ Injeção de Toxina Botulínica

O Tratamento Minimamente Invasivo Transitório consiste na injeção da Toxina Botulínica.

Com a injeção da Toxina Botulínica, conseguimos bloquear um neurotransmissor chamado acetilcolina e minimizar a sudorese.

O tratamento com a injeção de Toxina Botulínica (Botox ®, Dysport ®) demora cerca de 2 semanas para apresentar seus efeitos e tem duração aproximada entre 4-12 meses.

O procedimento é feito em ambiente de clínica ou consultório, sob anestesia local e não necessita de repouso ou afastamento das atividades profissionais.

A taxa de sucesso desse tratamento é superior a 90% dos pacientes e pode haver resistência à ação da Toxina Botulínica em menos de 5% dos casos.

As vantagens dessa técnica são: pode ser feita fora do hospital, de maneira simples, com baixo risco e é reversível.

Um dos inconvenientes desse tratamento seria a necessidade de reaplicações periódicas.

Tratamento Minimamente Invasivo Definitivo

O Tratamento Minimamente Invasivo Definito consiste na Simpatectomia, ou seja, na interrupção dos nervos que controlam a transpiração.

Como esses nervos pertencem ao Sistema Nervoso Simpático, sua interrupção é chamada “Simpatectomia”.

Como voce pode imaginar, seccionar um nervo implica em um procedimento cirúrgico. De fato, antigamente, grandes cirurgias eram necessárias para se alcançar esses nervos, com muitas complicações decorrentes.

Apesar de cirúrgica, a técnica vídeo-endoscópica reduziu muito as complicações em comparação com a cirurgia aberta.

São necessários apenas 2 pequenos cortes para a introdução da câmera e do instrumento a ser utilizado pelo cirurgião para clipar ou seccionar os nervos.

O procedimento é feito em ambiente hospitalar, sob anestesia geral, embora os pacientes possam ser liberados dentro de 1-2 dias, se não houver complicações.

A taxa de sucesso desse tratamento em centros especializados é superior a 90% dos pacientes e pode haver um fenômeno chamado “Sudorese Compensatória”.

A “Sudorese Compensatória” nada mais é que o aparecimento de suor aumentado em outras partes do corpo. Fenômeno relativamente comum, costuma ser de pequeno impacto e aceito com tolerância pelos pacientes tratados.

A  principal vantagem dessa técnica é resolver o problema da maioria dos pacientes, de forma definitiva.

O principal inconveniente desse tratamento seria a “Sudorese Compensatória” grave, que dificilmente pode ser revertida, após a intervenção.

Afinal, esperamos que esse texto tenha ajudado você a entender melhor a Hiperidrose e seus diversos tratamentos. Assim, você poderá escolher junto aos seu médico especialista qual o mais conveniente, de acordo com suas necessidades e expectativas.

Se quiser saber um pouco mais, clique nos links abaixo:

http://www.naturale.med.br/hiperhidrose/tratamentos_hiperhidrose_com_botox.htm

http://www.naturale.med.br/hiperhidrose/simpatectomia_hiperhidrose.htm

Se você gostou desse texto, pontue as estrelinhas, curta e compartilhe. Se você tem dúvidas sobre o assunto, envie-nos uma mensagem pelo email e tentaremos abordar no próximo post.

 

Postado em: Sem categoria

Deixe um Comentário (0) →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AGENDE SUA CONSULTA